As palavras dos outros...

De nada vale tentar ajudar quem não se ajuda a si próprio. "Confucio"

sábado, 7 de fevereiro de 2009

Desígnio


Tão cansado
Mesmo muito cansado
Desolado e frustrado
Num momento de histeria
Colectiva e individual
A desempenhar
Personagens
Que não quero
Que abomino
Qual Adamastor camoniano
Que teimo em não esquecer
Em arrumar para profundezas
De onde não possa sair
Preciso de um novo caminho
Limpo, tranquilo e desejado
Ter um novo desígnio
Apaixonar, amar e viver
Sorrir, lutar e querer viver
Na minha liberdade
Qual pássaro azul
A voar num verde céu…

5 comentários:

Curly disse...

a moon hug...

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
ลndreia disse...

O cansado é presságio de mudança! *

eu disse...

É muito raro apagar comentários, mas quando ele é maldoso, e ainda por cima, feito de forma anónima, não resta outra solução, apaga-se.
Gostava no entanto de aproveitar, para lembrar o (a) anónimo (a) comentarista, que devia ler com mais atenção, e escusava de se dar ao ridículo, e tecer disparates, ou se calhar, leu o texto e deve-lhe ter tocado em alguma ferida.

Curly, é verdade sim, tens razão.

Andreia, como leu tão bem... Obrigado.

Sininho disse...

Hum ..e estás à espera de quê para iniciar esse caminho?
Só tu podes dar esse primeiro passo..

bj