As palavras dos outros...

De nada vale tentar ajudar quem não se ajuda a si próprio. "Confucio"

sexta-feira, 13 de março de 2009

Estrelas


Há estrelas?
No céu não existem,
Só o reflexo de olhos
Que sofrem com dor,
Ai de quem confia
O amor à lua
E o perde entre nuvens.
Há estrelas?
Não, hoje não há.

9 comentários:

Anónimo disse...

Ou será que o amor andou nas nuvens e se perdeu na Lua?...

sonhos disse...

Hoje não há
amanhã talvez
uma estrela
brilhe de novo
voltando a confiar
o amor à lua.



Beijinhos

Camila disse...

Gosto da lua. E acredito que há estrelas, principalmente no momento em que as vejo refletidas nos olhos de alguem especial para mim.

Beijo

Anónimo disse...

Reflexo de olhos tem o brilho das estrelas.
Sem qualquer engano.

Anónimo disse...

Yes, we can.
Maybe!

Eu mesma disse...

A lua é tremenda, dá-nos volta à cabeça, e quando damos conta, ficamos presos e confiamos.
A desgraça pode acontecer e entre nuvens negras de mau tempo tudo se perder.
Também estou de acordo quanto às estrelas, tem dias em que não há, e tem dias em que sim.
Beijinhos

Anónimo disse...

Quem vence dilúvios não se assusta com nuvens negras (caregam-nos de energia...) ;)
E, Lua, para que serves, se não rendes as estrelas?
Vais-te esconder, ou vens viver?

(...antes ridícula que infeliz...)

Beijinhos.

Anja Rakas disse...

Quando as houver...por favor...avisa-me.
As estrelas sempre sussurram sonhos no meu ouvido.

Beijao

Humana disse...

Lindo poema mas noto um certo desencanto...será?
As estrelas brilharão para ti de novo!
Beijinhos carinhosos.